Caminho como uma casa em chamas

António Lobo Antunes

Mais uma obra genial, de um fôlego e respiração corrida.

Lisboa do antigo regime, na pequenez de vida e no pensamento que encerra num prédio habitacional a personificação de várias camadas sociais, sociológicas.

No último andar, o sotão, vive ainda “quem manda”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s